COOLABORA 12 ANOS, 12 MOMENTOS

Eventos
14 February 2020

 2019 – Marcha Contra a Violência no Namoro

Coordenada pela CooLabora mas envolvendo a Câmara Municipal daCovilhã e todas as escolas públicas do concelho, a marcha, que assinalou o DiaInternacional de Erradicação da Violência Contra as Mulheres, mobilizou cercade duas mil pessoas, essencialmente jovens, que se uniram para dizer “aviolência não mora aqui”. A acção contou com a presença do Secretário de Estadoda Juventude, João Paulo Rebelo.

A marcha contou com os apoios da Rede Violência Zero, da Políciade Segurança Pública, da ANIL, da Fitecom, do MedUBI e do Clube de Motards daCovilhã.

2018 – Seminário Igualdade de Género na AgendaLocal

Apartilha de experiências bem-sucedidas e de reflexões sobre a inclusão daigualdade de género na agenda local foi o mote do seminário que reuniu na UBImais de uma centena de pessoas ligadas a autarquias e organizações de todo opaís e que contou também com a participação Secretária de Estado para aCidadania e a Igualdade, Rosa Monteiro. A organização resultou de uma parceriada CooLabora com a UBI e com o Gabinete da Secretária de Estado.

 

2018 – Jardim Comestível do Cabeço

O Jardim comestível do Bairro do Cabeço foiinaugurado em 2018 com o apoio do Projecto Verde Esperança, apresentado noOrçamento Participativo de 2017. É fruto de um trabalho de envolvimento eimplicação de jovens e familiares na melhoria das condições do espaço exteriordo Bairro Social do Cabeço, no âmbito de actividades do Projecto Quero Ser MaisE6G. Aqui foram promovidas Assembleias de Rua, onde se discutiu e desenhou oque fazer, as Oficinas Viva o Bairroe a Bolsa Comunitária Com Pés e Cabeço,que permitiram colocar em acção as ideias e criar um Jardim comestível.

2018 – Ecce Homo: Participação dos homens na vida quotidiana. 

Oconcurso de fotografia Ecce Homo foium contributo para dar mais visibilidade à participação dos homens na vidaquotidiana, de forma a inspirar masculinidades mais autónomas, de acordo com asexigências de partilha de tarefas entre homens e mulheres, nomeadamente, nostrabalhos domésticos. Esta iniciativa foi organizada em parceria com osmunicípios da Cova da Beira e a unidade de investigação LabCom, UBI.

2017 – Marcas da Violência

As várias formas de violência contra as mulheresno espaço público podem partir de homens desconhecidos ou de companheiros eex-companheiros que não desistem de as dominar, apesar da vontade manifestadapor estas de se libertarem. As Marcas e Mapas da Violência foram pedras nocharco da dominação masculina do espaço público. Sabemos do seu impacto pelasondas de choque que nos chegaram nos momentos em que as marcávamos no chão dacidade e, mais tarde, quando nos apercebemos que algumas foram apagadas.

2016 – Revolta dos Panos

Foram quase cem as mulheres que se uniram para fazer a Revolta dos Panos. Tudo começou com o desafio lançado pelo artista plástico Arturo Câncio à CooLabora: transformar os provérbios machistas do nosso país em bandeiras de luta pelo feminismo. E assim, panos de cozinha serviram de base a provérbios bordados em letras grandes que causaram impacto ainda maior a quem com eles se cruzava.

2016 – Fórum Altamente

Fórum Jovem Altamente – uma iniciativa doprojecto Quero Ser Mais E6G que envolveu jovens do Tortosendo e de projectoscongéneres na criação de um manifesto jovem. Um evento criativo que recorreu àsartes do teatro e expressão plástica para auscultação das/os jovens sobre osprincipais problemas que as/os preocupam, procurando definir respostas sociaise medidas em defesa da juventude. Este evento foi organizado pela CooLabora econtou com o apoio do Teatro das Beiras, IPDJ, Caixa de Mitos, Centro deEmprego e GAF.

2016 – Início do trabalho com a comunidadecigana

Trabalhar com acomunidade cigana do Tortosendo tem sido um processo de aprendizagem. Com elaficámos a conhecer sonhos das crianças que nos mostram como são tão parecidascom as crianças não ciganas e ao mesmo tempo como estão tão longe de terem asmesmas condições de vida. Para que a nossa escola seja também a sua escola,temos que a tornar mais inclusiva. Quem diria que nas dezenas de disciplinas enos 12 anos que o percurso escolar nos toma, nem uma linha sobre a história e acultura das comunidades ciganas portuguesas. À boa maneira de uma boa escolaperguntamos: porquê? E criámos o Reflexo.

 

2015 – Mulheres Liderança e Acção Política

Um curso que foi muito mais do que isso. Durantevários meses, várias mulheres reuniam-se na CooLabora e partilhavam vivências,ideias, projectos. Destas reuniões saíram as mesmas mulheres mas com outrasideias, com outros projectos e com outras vivências.

 

2015 – Idearia

Inaugurado em 2015, este espaço acolheu até hoje centenas deeventos e tornou-se um pólo do debate e de fermento da participação cívica comencontros, lançamento de livros, mostra de filmes, música ou teatro. A Idearia é um espaço aberto à comunidadee acolhe iniciativas de outras organizações da cidade, sejam reuniões correntese assembleias gerais ou mesmo aulas de yoga ou de danças. Está neste momento emobras, mas abrirá de novo portas antes do verão.

 

2014 – Trocaa Tod@s

Em Junho de 2014 iniciámos o Trocaa Tod@s, o grupo de trocas e as feiras, cuja moeda é o tear, que promovem aeconomia local, valorizam a diversidade de saberes e estimulam a reflexão sobreos nossos hábitos de consumo. No Troca-a-Tod@s podem-setrocar produtos como legumes, pão caseiro, bolos,artesanato, livros, sabonetes artesanais, entre muitos outros produtos, mas hátambém muitas oficinas de partilha de saberes e debates cívicos.

 

2010 – Semana da Igualdade

Foi uma semanaque nos marcou idelevelmente pela riqueza das ideias discutidas nos váriosworkshops e pela qualidade da exposição Artee Género. Durante seis dias muito intensos debatemos e construímos a igualdade, envolvendo artistas, pessoas ligadas à academia, à política, àcomunicação social, decisoras/es e a comunidade em geral.

O blog aindaestá online em http://semanadaigualdade.blogspot.com/